ANUNCIO

Breaking News

Justiça cearense é a menos produtiva do País, diz CNJ

   (Foto: Gil Ferreira/Agência CNJ)

Levantamento divulgado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na última segunda-feira, 27, aponta que a justiça cearense é a menos produtiva do País. Conforme relatório, o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) tem apenas 908 casos baixados por magistrado, um número bastante inferior ao estado mais produtivo, Rio de Janeiro, com  3.321 casos. O Relatório Justiça em Números 2018 foi divulgado durante Reunião Preparatória para o XII Encontro Nacional do Poder Judiciário. 

Os índices de produtividade dos magistrados (IPM) e dos servidores (IPS-Jud) são calculados pela relação entre o volume de casos baixados e o número de magistrados e servidores que atuaram durante o ano. O índice considera o número de procedimentos pendentes e resolvidos durante o período, incluindo não somente os processos principais, como também os recursos internos e os incidentes em execução julgados e em trâmite.

Em 2017, cada juiz brasileiro julgou, em média, 1.819 processos, o equivalente 7,2 casos por dia útil. Esse é o maior índice de produtividade desde 2009, uma variação de  3,3% para o IPM e 7,1% para o IPS-Jud com relação ao ano anterior. 

                                                                                Redação O POVO Online 

Nenhum comentário